Busque um poema

25 novembro 2018

Chance

Nenhuma dor
Que se joga fora
Desaparece assim
Na hora

Todo tormento
Que se revelar
Pra dissipar
No vento
As vezes demora

Entre desesperar
E esperar
É preciso crer

Entre esperar
E desfrutar
É preciso crer

E viver, caminhar
Experimentar
Dar uma chance a você

Se você quer ter
O sabor do livramento
Ande, nunca pare o tempo
Oportunize a você

Pedrosill
Compartilhe esse poema: