Transito

10/04/2018

Transito entre
as emoções
Que me emprestam
Enquanto prestam

Quando não se prestam
Tomo uma fresca
Tomo o meu juízo de volta.
Tomo decisões!
Às vezes poucas explicações
A quem me importa

Pois se abro e fecho portas
O enredo desfecho
Às vezes implico
Mas nunca suplico
Às vezes eu deixo

Me deixo provar os sabores
Me deixo usar outras cores
Mas não finco
onde ficam
os horrores, os medos
Me permito viver os desejos
Que são
e os que não são
os mesmos

Pedrosill

0 comentários