Velinha Acesa

7/15/2017

Tá me ouvindo?
A morte chega, e leva...
Sem avisar, sem pedir licença...
Leva a sua vaidade.
Leva a sua beleza.
Leva a esperteza.
Leva o diploma.
Leva o emprego.
Leva o dinheiro.
Leva as oportunidades que você teria para amar
Amar mais..., amar melhor...
As oportunidades de amar mais pessoas, sem julgamento ou preconceito.
Leva nossa alegria, nosso sorriso... daqueles que tínhamos, lembra?
Leva o chão de quem fica e tenta entender o que não se entende...
A morte chega e leva tudo, meu irmão!
Deixa apenas a saudade.
Deixa a alma desnuda.
E percebe? Não dá tempo de se despedir.
Não dá tempo de se arrepender pelos erros.
Não dá tempo de dizer "eu te amo" pra ninguém.
Não dá mais!
Muda agora enquanto é tempo.
Vive uma vida mais entregue ao amor, ao momento.
Vive pra deixar um exemplo de ser humano incrível.
Vive pra deixar a marca de uma pessoa inesquecível.
Vive pra ser um bom pai, um bom filho, um bom esposo, um bom amigo, um bom vizinho...
Vive pra gente se orgulhar de ter te conhecido.
Pois a vida é uma velinha acesa, que a qualquer momento um sopro apaga.

Pedrosill


0 comentários