Busque um poema

29 setembro 2016

Questão de Tento

Silêncio cura!
Experiência pura!
Se percebi
Você morrer do próprio veneno,
Confesso olhei com olhos serenos
E fiz que não vi

Quem quer ficar
No meu lugar?
É só calar!
É só calar!

E deixar o vento
Levar o tormento pra lá
E deixar o tempo
Cuidar de cicatrizar
O ferimento
Vai fechar
E brotará alento
Questão de tento

Pedrosill
Compartilhe esse poema:

Devoção

Qual o poder da maldade
Frente ao sorriso de Deus?
Ao ver que é pura bondade
Todo esse amor que tu deu
Sem vaidade
A caridade nasceu
E na verdade
Fortificou e cresceu

E quem percebeu, se doou
E quem se doou, aprendeu
E quem aprendeu, superou o breu

E quem entendeu, plantou
E quem plantou, colheu
E quem colheu, se curou, venceu

Ao bem tu se dedicou
Agradou a Deus

Pedrosill
Compartilhe esse poema:

25 setembro 2016

Pro Sentimento

Chora
Agora
Por dentro

Simbora
É hora
É tempo

Senhora
Vem sem demora
Pro sentimento

Desde o tormento
Até a aurora
do livramento

Pedrosill
Compartilhe esse poema:

12 setembro 2016

Ritual

Lava com sal
Leva pro sol
Deixa no vento
Seca com tempo
Até voltar ao normal
Bom sentimento
Vai renascer afinal
À seu momento
E triunfar no final

Não finque o coração no sofrimento
Dê-lhe alento
E vencerás todo mal
À dor prepare um bom sepultamento
O pensamento
É o melhor ritual

Pedrosill


Compartilhe esse poema: