Preto

3/20/2016
A pele é minha
A cor é nossa
Não tem mais volta
Quero respeito
É meu direito
E não proposta
Me deixa preto
Desse jeito tem quem gosta

Conhecimento sempre foi minha aposta
Prejulgamento, ninguém suporta

Ninguém é pior que ninguém
Nenhum é maior ou menor
Esse é meu argumento
Apresente outro melhor

Abra o coração
O preconceito só machuca, meu irmão
Não se iluda não

A pele é minha
E a cor me adoça
Me deixa preto
Desse jeito tem quem gosta

Pedrosill

Arredio

3/12/2016
Se eu pudesse
Livre de questionamentos
Mergulhar no esquecimento
De um apartamento vazio

Evitaria confusões
Restringiria emoções, mas
Protegeria corações
Destes sonhos meus

Educaria meu lamento
Não causaria sofrimento
Me pouparia do tormento
Destes apedrejamentos
Frutos do comportamento
Injusto, teu

Se eu pudesse
Livre de questionamentos
Me reservar no livramento
De um comportamento arredio

Pedrosill

Entrevistando o Amor

3/04/2016
Quantos plurais são possíveis em seu singular?
Quantos artistas pararam pra te admirar?
Quantas pessoas mudaram ao se aproximar?
Quantos choraram pedindo pra você ficar?

Responda pra mim Amor!
Responda pra mim!

Quantos mesquinhos sofreram até te merecer?
Quantos caminhos se abriram ao te conhecer?
Quantos souberam de fato o que é satisfazer?
Quantas cabeças brigaram pra te entender?

Preciso saber Amor!
Responda pra mim...

Pedrosill