Genuína Medicação

11/19/2013
Eu não tenho voz
Nem vez
Talvez não tenha nem lugar
Não tenha alguém pra me amar
Mas certamente tenho Deus
Que vem baixinho me explicar
Por qual motivo estou aqui
E o que tenho que fazer
Até o dia de voltar

Amar
Em qualquer ocasião
Não importando a condição
Tão pouco quem receberá

Amar
Não só em retribuição
Sem esperar por gratidão
Só no bem que me fará

Feito brisa no verão
Um abraço em devoção
Pra aliviar

A genuína medicação
Pra recuperar
E curar!

Pedrosill


Consequência de Mim

11/01/2013
Quem hoje eu seria?
Onde estaria?
O que eu faria?
Se por acaso eu não entregasse o meu coração?

Sei não...
...Sei não!

Que graça teria?
Do que valeria?
O que aprenderia?
Se por acaso eu não estendesse a ninguém minha mão?

Sei não...
...Sei não!

Eu, quando olho o jardim
Consequência de mim
Ajoelho e agradeço
Por cada começo
E todos os fins

Pedrosill