Gentinha

8/29/2013

Pessoa,
Sua arte de ditar regras sem dizer uma palavra...
Sua arte de proferir discursos incompreensíveis...

Você não percebe que é percebida?
Que não acrescenta quando acrescida?
Quem tem o tempo de perder tempo...
E não mede esforços pra medir a medida!

Você que me repele quando se aproxima!
Miserável nobreza, imensa mesquinharia

Sempre, sempre minúscula...
Mas com letra maiúscula, te chamo:
GENTINHA!

Pedrosill

0 comentários