Busque um poema

15 julho 2013

Escritura

Eu sou o chão que muitos pisam
Também sou teto, e ninguém toca
Quando janela, sinta a brisa!
Quando me abro, enxergue a porta!

Pra decidir quem sai, quem fica
Quem vem, quem entra, e quem não volta
Sou sempre dono
Entenda a pista

A escritura é a resposta!

Pedrosill
Compartilhe esse poema: