Busque um poema

27 dezembro 2012

Vestido de Saudade


Chega uma hora em que a gente não cabe mais dentro da casa,
Nem encontra nada interessante pra se fazer por entre as ruas...
A gente corre pro espelho
E percebe de repente que é estranho, corrosivo, angustiante...
Estou vestido de saudade,
Dos pés à cabeça!

Pedrosill
Compartilhe esse poema: