Ainda Te Amo

6/02/2012

To lavando a alma
Chorando de emoção
To lavando a alma
Limpando o coração

Pra te amar
Mais do que eu já te amei
Pra te amar
Como sonhei

Essa noite eu vi
Parte de mim partir
Ombro nenhum colar
Tempo nenhum curar
O adeus que você nem deu
Como eu faço pra voltar?

Eu preciso de calma, alma
Conversar com Deus
Saber o que aconteceu
É difícil de aceitar
Você viu eu me entregar
E eu? E eu?

To lavando a alma
Chorando de emoção
To lavando a alma
Limpando o coração

Pra te amar
Mais do que eu já te amei
Pra te amar
Como sonhei

O amor que criei
Cresceu,
Virou dor
E bateu em mim
Mas mesmo assim
Ainda te amo

A amor que plantei
Criou raiz
Ficou impregnado em mim
Assim como seu cheiro

Mas todo porto seguro precisa de manutenção
Toda muralha desaba no furacão
Quando eu preciso de abrigo, cadê sua mão?
Você me faz tremenda falta!
Enquanto eu não!

To lavando a alma
Chorando de emoção
To lavando a alma
Limpando o coração

Pra te amar
Mais do que eu já te amei
Pra te amar
Como sonhei

Eu desenhei um sonho
Era você no papel
Meu traço mais colorido
Um anjo lindo pro meu céu

Diagramei meu mundo
E entreguei a você
Te reservei espaços
Ninguém mais vai preencher

Isso é só um pouquinho de tudo que quis te dizer
Um pouquinho de tudo que você precisa saber

Pra se entregar
Como eu me entreguei
Pra me amar
Como eu te amei

Pedrosill

1 comentários

  1. Impossível me calar! rsrsrs... Muito bom Pedro o poema! Amor de verdade sempre dura. Porém, há momentos dos quais temos que abrir mão de muita coisa, mesmo amando de verdade. Momentos dos quais temos que "deixar livre" por amor a nós mesmos. Mesmo assim...
    "O amor que criei
    Cresceu,
    Virou dor
    E bateu em mim
    Mas mesmo assim
    Ainda te amo"
    O amor permanece. Obducto, mas permanece!

    Parabéns Pedro! Belo poema...

    ResponderExcluir