Na Rua

5/26/2012
Eu nasci na maternidade
Mas fui feito na rua
Amo o calor do sol
Mas namoro é com a lua

Minha sede reclama
Hoje não quero cama tão cedo
Do meu corpo sai chama
Mas nem toda essa chuva dá medo
Hoje eu quero me molhar!!

Hoje eu não nasci pra ficar pra ver
Não nasci pra ver TV
E você?

Hoje eu quero me mandar
Pra ver no vai dar
Me sentar no seu bar e beber
Hoje eu quero aproveitar
Eu quero te pescar
Petiscar você

Hoje eu quero te ganhar
Hoje eu quero me perder
E você?

O mundo é muito grande pra ficar numa só rua!
Eu acho que sou normal...

A vida é muito curta pra querer fugir da chuva,
E ainda tem muita água no meu temporal!

Pedrosill

O Trem

5/23/2012
Meu coração é um trem...
Quase sempre acelerado
Às vezes descarrilhado
Mas nunca um só vagão

Tem espaço pra muita gente
Mas se alguém for imprudente
Desce na próxima estação

Pague o bilhete sempre à vista
Aqui não entra vigarista
Querendo bancar o mandão

É que sou eu o maquinista
Decido destinos e partidas
Conduzo a vida em minha própria direção

Pedrosill

Então

5/22/2012
Então...

Eu tive tantos amores...
Tantas dores...
Que hoje olho pra trás
E vejo que na verdade
Nada disso tive também

‎E que o bom de acordar sozinho
É poder reafirmar a ideia de que toda noite fria acaba...
Todo pesadelo passa...
E você é mais forte do que imaginou!

Pois a felicidade é uma questão de ponto de vista!
Ou melhor...
É uma questão de quem tem a melhor vista
Sobre os pontos da questão!

Então,
Se eu nasci pra ser feliz...
Então serei
Feliz então!

Pedrosill

Muito Prazer, Amor!

5/20/2012
Comigo nenhuma hora é longa...
Nenhuma hora passa
Se um dia eu pegar fogo,
Você ainda me verá na fumaça...
Me ouvirá nos gritos de quem se queimou!
Porque eu me chamo amor!
Muito Prazer!

Pedrosill

O Som do Desejo

5/19/2012
Os desejos estão na voz da vida
Que nem sempre fala
Mas às vezes grita:
QUERO FAZER!

Sem pensar
Sem pesar
Sem temer

QUERO VOCÊ!
Dizia pra vida
que acabara de conhecer ...

Pedrosill

Espero

5/17/2012
Mais uma lua cheia
Meu coração vazio
Nos bares sangue quente
E eu aqui com frio

Mais uma noite morta
Pensando em te encontrar
Mas não vou procurar
Eu não vou procurar

Será que ali? além?
Será que terá fim?
Virá você pra mim?
Como é que eu fico bem?

Espero e ninguém vem...
Espero e ninguém vem...
Aqui!!!!

Pedrosill

Traumas e Protocolos

5/16/2012
Era criança largada
Sem um cuidado
Não percebia as feridas

Nenhum brinquedo doado
Me dava afago
Era um passado sem perspectiva

Era um menino recluso
Sempre com medo
Era um escudo fajuto
Com mil defeitos

Era o produto do meio, ignorado
Só festejava 1º de setembro

Era a esperança escorrendo nos dedos
Era um pedaço da vida de escanteio
Era motivo pra qualquer botar defeito
Me perguntava tanto

E esses fatos
Somaram-se aos anos
A mente foi amortecendo
E por defesa fui acostumando
Me nivelar por menos

E esses dados
Somaram-se aos medos
E não fui percebendo
Certos costumes eu não fui apresentado
Há protocolos que não compreendo

E até eu mudar
Você vai ter entender
O que hoje é importante pra mim
Talvez não seja pra você

Até eu me adaptar
Você vai ter que esperar
Pra superar os traumas
Vou trabalhar a alma
E esperar que o tempo possa me pra curar

E o tempo vai curar...
(Fé em Deus que o tempo vai curar!)

Um jardim abandonado
Sozinho não pode florescer
Mas se ele for regado
Com carinho e cuidado
Tudo pode acontecer

E vai acontecer!

Pedrosill

Repetir

5/16/2012
A vida é feita de repetir!

Segundos, Minutos, Horas
Um novo dia, as mesmas histórias
A gente que não para pra reparar

Às vezes mudam pessoas, personagens
Nome das ruas, exemplos, idades
Mas quase sempre é sempre replay

Nova comida
Mesmo prato
Novos caminhos
Mesmos sapatos

Quem foi que disse que é novo querer inovar?
É tudo repetição!

Mesmos cabelos... Roupas...
Em novas modas que nunca deixaram de existir

A vida é sempre assim...
Diferente sempre, mas sempre assim

Novas rotinas
Mesmos anseios
Novas loucuras
Mesmos desejos

A boa e velha nova vontade de jamais repetir
Enfim
A vida é feita de repetir!

Novas doenças
As mesmas rezas
Novos discursos
As mesmas brechas
A mesma necessidade de repetir a mudança
Com o intuito de nunca parar

A vida é feita de não parar
Mas nós paramos no movimento eterno
De nunca mudar a formula de repetir o descobrir

Por que a vida é feita de repetir!

Se a vida a feita de repetir
Então que se repita o amor!

Aquele velho e forte amor
Aquele bom e velho amor
Que aparece por uma nova pessoa

O amor que nunca é à toa
E que sempre nos faz parar, mudar e evoluir
Por que amar é evoluir

Evoluir....
Taí uma coisa que eu faço questão de repetir!

Pedrosill

Shine

5/15/2012
It not gonna be that hard
But it not gonna be that easy

It not gonna be that quickly
But it not gonna take too far

Cuz we're all stars
(And we'll keep shining...)
(And we'll keep shining brightly)

It not gonna be that little
But it not gonna be that stuff

It not gonna be that rough
But it not gonna be that sweetly

But we're all stars
(And we'll keep shining)
(And we'll keep shining brightly)

Shine
Cuz you are a star
Shy
But you are a star
Shine
Cuz you are a star bright
On your way
(And you'll keep shining brightly)
(And you'll keep shining brightly)
On your own way

Pedrosill

Desafio

5/11/2012
Eu desafio você
A me mostrar suas armas!
Me desarmar...

Te desafio a amar...
E me fazer te amar...

Pois nessa guerra
Ganha, aquele que se entrega
Que não nega o seu querer

Te desafio a me querer!!
Pois eu duvido não querer...

Sabendo disso, não hesite
Meu desafio é um convite
Pra você se entregar
Eu também me entregar
Afinal, não custa nada se render

Pedrosill

Absorvendo a Dor de Luis Vilar

5/08/2012
Hoje acompanhando todo o sofrimento do LUIS VILAR no twitter, acabei por absorver uma sensação de perda enorme que só agora, depois de algumas horas, está se normalizando em mim...

Pra quem não sabe, o jornalista e blogueiro do portal CADA MINUTO perdeu sua mãe na manhã dessa segunda-feira, 07 de Maio.

Se já não bastasse a dor de perdê-la, ainda sofreu por longas horas na manhã de hoje (terça-feira) vendo o caixão com o corpo de sua mãe na porta do IML, esperando apenas uma simples assinatura para ser liberado...  para que o velório pudesse acontecer e os familiares se despedirem da educadora que serviu o estado por tantos anos.

Meus sentimentos ao Luis!

Acompanhar essa dor e agonia através da rede social, e principalmente a revolta que tomou conta de muitos dos amigos do jornalista, blogueiros e até de admiradores como eu, frente a esse total descaso do Instituto Médico Legal me deixou totalmente reflexivo.

O engraçado é que toda essa dor absorvida me consumiu, mesmo não conhecendo o jornalista pessoalmente... muito menos sua mãe ou qualquer outra pessoa da família...

Absorvi a dor principalmente por se tratar da morte de um ser humano... poderia ter sido eu, minha mãe, ou você!

Me coloquei no lugar do Luis... no lugar de todos que já perderam a mãe...
Me coloquei no lugar que ficarei quando este dia pra mim chegar...

E como será??

Inevitavelmente escrevi um poema a respeito chamado "Hora de Não Mais Ter", ao som dessa triste, porém linda canção do Pato Fu - "Canção Pra Você Viver Mais" (que também foi escrita em ocasião da perda da vó de Fernanda Takai, vocalista da banda...).

HORA DE NÃO MAIS TER” é um poema meu sobre minha mãe... sobre o medo de perde-la!
E tocar nesse assunto é a coisa mais delicada pra mim...

Confira o poema completo no post abaixo ou no link acima!

Ouça "Canção Pra Você Viver Mais" do Pato Fu


Boa noite a todos!

Pedrosill

Hora de Não Mais Ter

5/08/2012
Quando eu te perder
Será que o Adeus
Vai nos conduzir
Ou recomeçar?

Será que eu vou te perdoar?
Será que eu vou me perdoar?

Quando se aproximar...
Hora de não mais ter
Eu não vou aguentar
Eu não quero ficar pra ver...

Eu preciso me preparar...
Eu preciso me preparar...

E quando eu chorar
Alguém vai me conter?
O que vai me matar?
A vontade de ter
Ou o nunca tentar?

Eu só quero te amar...
Eu só quero te amar...
Eu só quero te amar...

Nós vivemos nossas vidas
Vidas vindas de outras vidas
Vidas não amadurecidas
Nós viemos curar feridas

É minha missão
Segurar sua mão

É minha missão
Acredite ou não

É minha missão
Tem que ser cumprida
Ainda nessa vida
Ainda nessa vida

Pedrosill

Fotografia: Gilson Vilela
Fotografia: Gilson Vilela

Olhos de Chico

5/03/2012
Eu queria ser a luz da cor dos olhos de Chico!
Queria ser bonito, inconfudível, encantador...
Queria ser a cor
Queria ser colírio
Queria ser a grande cura para a sua dor!

Eu admito!

Pedrosill

Bendita Seja A Sua Alma Para Deus

5/01/2012
Eu só fiz amar...
Minuciosamente...
Um devotado...
Apaixonado...
Incandescente!

Na emoção
Dei minha mão!

Eu só quis te curar...
Te acompanhar...
Te proteger!

Eu só fiz amar...
Com todo meu ser!
Tanta vontade!
Tanta bondade!
Meu Deus... Pra quê?

Foi obsessão?
Foi minha prisão!

Você quis torturar
Brincou de me sangrar
Me apodrecer

Tanto bem te fiz...
Quando eu te quis
Não pedi sofrer

Será isso amar?
Quem sabe explicar
Me faça entender!

Custa ser feliz?
Não te proibi
Me satisfazer

Custa enxergar?
Quem não sabe ganhar
Caberá perder

E assim você finalmente me perdeu
Bendita seja a sua alma para Deus

Quem não te quer aqui sou
Bendita seja a sua alma para Deus

Pedrosill

Veterano

5/01/2012
Tava aqui olhando
Vi você brincando
Te peguei fingindo
Te filmei blefando

Raptei meu sonho
Não sou mais infante
Não escalo estantes
Como antes

Eu estou prevenido
Frente os perigos
De um alguém risonho
Eu me oponho

Tava analisando
Vi você forjando
Te flagrei mentindo
Dizendo: "Eu te amo"

Tava aqui perplexo
Vendo seu reflexo
Revelando os planos
Agora estranhos

Eu estou prevenido
E não me vem fingindo
Agora veterano
Eu não me engano

Pedrosill

Solteiro

5/01/2012
Eu deveria ser porta trancada...

Mas sou apenas
Pedaço de carne
Nesse mar de tubarão!

E você?
Não?

Pois pra quem anda perguntando...
Estou sim me disponibilizando
Ao mercado de solteiros!

Mas de ante mão, não se adiante
Nem fique aí comemorando
Que eu não tô no desespero!

Pedrosill