Era Uma Vez

4/30/2012
Era
Uma
Vez

Pra
Nunca
Mais

Pedrosill

Pedaço de Papel

4/29/2012
Você quer que eu escreva sobre o amor?

Então me deixe viver
E ver o amor escrever
Sua história em mim!

Por que sou assim
Um pequeno pedaço de papel sem fim!

Pedrosill

A Cena

4/25/2012
Eu já atuei nessa cena
Dezenas de vezes ou mais
Me lembro das marcas, das falas
Histórias que deixei pra trás

Me maquiei
E interpretei
O texto de não querer mais

Escondi as dores
Declarei poemas
Inventei amores e telefonemas

Gritei eu te amo, ao vento
Pra que ele causasse-te engano
Não havia ninguém no terreno
Gargalhei feito um rei soberano

Eu fingi
Eu fugi
Eu forjei

Foram tantos amores fingidos
Que murcharam mais fácil que as flores
Foram tantos pequenos atores
Se tornaram com o tempo: fedores!

E se você tivesse visto um trailer meu...
Certamente nem se atreveria
Comigo contracenar

Na cena, eu fingia te amar!

Pedrosill

Nada pra Dizer

4/22/2012
Andei procurando poesia
Nas coisas que eu não tinha pra dizer

Sabe o por quê?

Porque eu não tinha nada pra dizer...

Pedrosill

Entrega em Domicílio

4/18/2012
Você me ligou...
Me pediu, não foi?
Você me desejou!

Você não hesitou...
Insistiu, não foi?
Você não esperou!

E se desesperou
Fingiu
Não aguentou, caiu
Logo me retornou

Você me ligou...
Me cobrou vadio
Bem dizer implorou

Por isso eu tenho pressa amor
Já vou... Tô indo aí!
Pois pra mim foi promessa
E sou daqueles de cumprir

E se prepara
Quando eu chegar
Vou me entregar
E querer ver
Você comer
Se lambuzar
Não saciar
E repetir

Pedrosill

OUÇA: Anticorpos Demo

4/14/2012
Estavamos em casa brincando de musicar os poemas...

Essa versão DEMO de Anticorpos tem a voz de Carlos Santos Jr (Jubasill) e Rafael Augusto (Rafasill) tocando guitarra.

Hoje Eu Vou Dar Defeito

4/12/2012
Hoje eu vou dar defeito
Te esquecer por lá
Te deixar aqui
E seguir

Hoje eu vou dar defeito
Não te procurar
Nem sequer me importar
Vou mentir

Hoje eu vou dar defeito
Criar preconceito
Eu vou te julgar
Te excluir

Hoje eu vou dar defeito
E só tirar proveito
Pensar somente em mim

Cansei de tentar ser perfeito
E nunca agradar

Pois você não satisfeito
Teve o desrespeito
De me ignorar

Não cuidar de mim

Pedrosill

Agradecimento especial ao Fabrício que cedeu uma frase para o poema! :D

Em Casa

4/08/2012
Finalmente nós
Finalmente a sós
Ninguém pra atrapalhar
Nem desatar os nós

Finalmente a gente
E um final feliz
Como te prometi
Tudo que sempre quis

Finalmente um lar
Lugar pra procurar
Quando de mim você se perder
Eu vou te encontrar, te entender

Pois há
Uma melodia em sua fala
Em qualquer canto
Essa voz me embala
Fácil me põe a sonhar

O seu andar
É quase um encanto pra quem repara
Eu paraliso
Essa dança rara
Sabe hipnotizar

Eu quero fotografar
Os seus olhos pra levar
Pra qualquer lugar que eu for

Pra que eu possa sempre lembrar
Quem em casa me espera chegar
Pra dedicar o seu amor

Seus olhos fartos de encanto
Seu corpo é provocador
Penso: "Seu espelho tem sorte!"
E que privilégio tem seu cobertor!

Finalmente nós
Finalmente a sós
Finalmente a gente em casa
Finalmente essa casa cheia de amor

Pedrosill

O Guia

4/08/2012
Falou mais alto que a mentira
Tirou de tempo a covardia
E logo me fez acordar
E olhar
Para os sinais do dia-a-dia
Reconhecer o que valia
Pra que eu nunca mais pudesse me enganar

Me fez andar
Pelo caminho que ilumina
Dando força e energia
Pra eu nunca mais tropeçar

A vida que ele dá
Ninguém mais tira
Por onde quer que vá
Tudo ilumina
Ninguém pode apagar
A luz que me guia

Pedrosill

Em Coma

4/07/2012
Meu pulso ainda luta com dificuldade
E meus irmãos olhando: fé e piedade
Há tanta lágrima no chão
Tanto pedido de perdão
Há tanta comoção e sinceridade

O corpo ainda quente nas extremidades
A luz me cobre em busca de tranquilidade
São as lembranças no pulmão
E um suspiro de paixão
Há tanta redenção, espiritualidade

Depois que olhei pro passado
Vi apenas os cacos que restaram de mim
E na praça da cidade
A minha felicidade esquartejada eu vi

Quando eu rezei em silêncio
Eu reservei um momento pra que eu pudesse perdoar
Em meio à calamidade
Nasce oportunidade
Evoluir ou regressar?

Eu vejo que tenho que fazer
Eu sei o que tenho que fazer
Eu sinto o que tenho que fazer
Mas sinto muito não poder fazer...
Por enquanto!

Eu sinto que é a minha hora
Terá futuro logo após agora?
Eu sei que há futuro após agora...
Mas como será?
Se então eu voltar...
Será!

Pedrosill

Troquei

4/05/2012
Eu não estava esperando amar ninguém
Não tava planejando deixar ninguém
Não estava esperando encontrar
Não tava planejando largar
Eu não estava esperando trocar ninguém...
Mas já foi

Troquei meu bem
É normal da vida
Não se desespera
Nem espera, acorda
Ou toma uma bebida pra acalmar

Eu não fiz os planos que você chorou
Nem sou responsável pela sua dor
Não te fiz promessas de final feliz
Não controlo tudo como você diz
Era uma permuta, agora a coisa muda
Tente aceitar

Troquei meu bem
É normal da vida
Não se desespera
Nem espera, acorda
Arruma uma saída

Troquei e nem nem
Vou curtir a vida
Atravesse a porta
Não espere volta
Ou toma uma bebida
Pra poder chorar

E enxergar o que aconteceu
Não fui eu
Nem você
Nem ninguém

Não há quem você possa culpar
Tente aceitar
Se preparar
Pra recomeçar com outro alguém
Tente me trocar

Não tava planejando machucar ninguém...
Quem dirá você!

Pedrosill