Ternura

9/09/2011

Quando você acordar
Pra me olhar...
Me ver dormir...
Quero sentir em meu queixo
O seu beijo de confirmação

A sensação
Que certamente toda mulher quer
A sensação
Que todo homem finge que não

Quando você se deitar
Logo após de me fazer sorrir
Eu quero ouvir a resposta
Em suspiro de satisfação
Seu trabalho é dobrado
Sentimento suado
Mas é o responsável por florescer a adoração

De tudo que eu tenho
Eu prezo o sagrado
Estar em seus braços é proteção

Todo afago
Quando estou ao seu lado
É tão necessário quanto uma oração

É tanta ternura
Que me cura
Faz brotar em mim a gratidão!

De coração...

Pedrosill

4 comentários

  1. poxa vida pedro... valeu por mais um poema... a gt agradece manolo... PARABENS

    ResponderExcluir
  2. Poxa!!! Amei, meu lado romântico agradece, viu??? Foi tão profundo que chega deu pra imaginar cada cena do poema. Parabéns meu amigo, por mais este lindo poema.

    ResponderExcluir
  3. Lindo...Lindo...Sou sua fã meu bem...Ás vezes qnd lemos nos vemos numa situação parecida que estas que escreve... Parabéns!!! :*

    ResponderExcluir
  4. ganhou uma leitora/fã
    Bj
    Gal Monteiro

    ResponderExcluir