A Jaula*

4/11/2011

É uma jaula
Muito engraçada!
Não tenho amigos...
Não tenho nada...
Vivendo em decomposição,
Mas ninguém presta tanta atenção...
Tão menos pensam: "Como está ele?"
Só ignoram, feito parede
Todos só cobram me ver sorrir,
Não sabem o aperto que está aqui!
Agüento firme, pois ainda espero:
Dias melhores, o fim do inverno!

Pedrosill

*(Adaptação de "A Casa" de Vinicius de Moraes)

0 comentários