Armadura

2/09/2011

É ficção
É faz de conta
Mas ninguém se desmonta vendo a minha dor

É Ilusão
Encenação
Mas ninguém se desaponta
Tão menos se amedronta

Como capa de sofá
Esconde o lugar que ninguém deitaria
Como maquiagem da verdade
Como fotografia de paisagem
Assim sou

É invenção
Simulação
Mas é a minha armadura que amortece a dor!

Pedrosill

0 comentários