Busque um poema

10 fevereiro 2011

Beijo Contido

Ah língua minha,
Contenha-se por enquanto!
Pois aquele corpo ainda está cozinhando em banho-maria.

Enquanto vou esperando
Provocando e deixando no ponto
Fecho os olhos,
E ensaio em sonhos
Como então seria

E quando ela quiser
Dar-te ela, eu irei!
E aí poderás
Fazer o que desejar
Quando lá chegar!

Pedrosill

(Título: Junção de 2 idéias, sugeridas por Toninho Lessa e Andréa Patrícia - Aos meus 2 amigos, meu Muito Obrigado :D )
Compartilhe esse poema:

09 fevereiro 2011

Armadura

É ficção
É faz de conta
Mas ninguém se desmonta vendo a minha dor

É Ilusão
Encenação
Mas ninguém se desaponta
Tão menos se amedronta

Como capa de sofá
Esconde o lugar que ninguém deitaria
Como maquiagem da verdade
Como fotografia de paisagem
Assim sou

É invenção
Simulação
Mas é a minha armadura que amortece a dor!

Pedrosill
Compartilhe esse poema: