Defesa

1/10/2011

Eu gostei
De te ver me olhando quando não devia
Como não queria
Como se o impossível pudesse acontecer

Eu gostei
De pensar bobagens
Esquecer verdades
Gostei de imaginar
Mesmo tendo certeza
Que mundos distintos nunca vão se encontrar

Eu não alimento amores impossíveis
Embora creia em poderes invisíveis
Mantenho apenas alguns sonhos previsíveis
E só!
Sou eu e a minha defesa...
E só!

Pedrosill

1 comentários

  1. MEU DEUSSSSSSSSSSSSSSSSSS,COMO EU AMEI ESSE POEMA!
    Muuuuito bom! *-*
    me fez ter lembranças lindas =/

    vc arrasa meu nego =*

    ResponderExcluir