Busque um poema

29 novembro 2010

Guerrilheiro Humanitário

Meu coração tem sido um guerreiro solitário
Um ferido abandonado
Um pedaço esquecido
Procurando por cuidado
Aspirante por carinho

Acolhendo a quem precisa
Acalmando quem suplica
Entregando a própria vida

Meu coração tem sido um guerreiro solitário
Devotado, destemido
Guerrilheiro humanitário
Um amante voluntário

Pedrosill
Compartilhe esse poema: