Busque um poema

11 agosto 2010

Experimen-Tu!

Por um sabor que me excita a boca
O caimento de uma nova roupa
Um sentimento, quando a vontade é louca
Experimen-Tu!

Um movimento
Alimento
Acariciamento

Você me encontra
Um moço solto
E vou de alma e corpo
Provar o momento!

Se aguça, meu instinto fuça
A busca é sempre por divertimento
O desimpedimento me ajuda
E quando o pulso pulsa:
Experimen-Tu!

O Descobrimento
Suculento
Mútuo acalento

Você me olhando
Um corpo solto
E eu aqui... Te comendo!
Sem ter feito planos
Experimen-Tu!

Pedrosill
Compartilhe esse poema: