Busque um poema

24 maio 2010

Naturalidade

Apesar dos fatos
E acontecimentos
Apesar dos lapsos
E aborrecimentos

Tudo vai ficar
No seu devido lugar

Apesar da noite
E toda estripulia
Apesar do novo
Inusitada companhia
Apesar de tudo
Ao mesmo tempo, mesmo dia

Tudo vai ficar
No seu devido lugar

Se não fugir
Por entre os becos da cidade
Se não fingir
Achar que foi insanidade
Se optar
Agir com naturalidade

O que aconteceu!?
Não vai mudar!
Não vá mudar!
Não se vá!

Pedrosill
Compartilhe esse poema: