Coração de Sertão

4/28/2010

Coração de ser-tão
Rachado
Coração não alimentado
Na visão de quem tem um coração

Coração de ser-tão
Abandonado
Coração não priorizado
Na visão de quem não

Sertão
É ser-tão faminto
A seca varrendo na terra,
O fruto nunca brotará!

Sertão
É ser-tão sofrido
A marca expressa na face,
Quem luta pra não apanhar!

Sertão,
Ser-menos,
Ser-nada,
Ser tão nada...
Fica fácil ignorar

Sertão,
Ser-valente,
Ser-forte,
Ser tão forte...
Plantando na alma a semente
De um dia isso tudo mudar!

Sertão é ser tão...
É ser-tão previsível!
Nada além do que já tenham dito
É tudo que posso falar!

Pedrosill

6 comentários

  1. Ser tão nada...
    Fica fácil ignorar
    Muito legal teu poema...
    Ficou muito fácil pra vc ignorar..
    Ignorar alguém que foi sincero contigo...
    Isso não é poema..
    Isso é algo..
    Que infelizmente..
    E com tristeza...
    Vou tentar...
    Ignorar...

    ResponderExcluir
  2. Continuo tentando...
    Mas, no meu vocabulário...
    Mesmo que não seja...
    Mesmo que não haja uma rima...
    Mesmo que não seja um poema..
    Fico triste...
    Em, não poder mais...
    Te falar...
    G

    ResponderExcluir
  3. vlw Pedro, muito bonito seu poema...

    ResponderExcluir
  4. Ser tão - Talentoso.
    Adorei!!!!!!!!!

    ResponderExcluir