Busque um poema

24 fevereiro 2010

É Mar

Amar é mar...
É onda que vai e volta!
Todos que sonham precisam acordar
Vitória e Derrota

Amar é mar...
Ora é raso, ora é fundo
O que começa precisa acabar
Respiro e mergulho

É bom saborear
A vista do horizonte
Há quem pode me avistar
De longe a sinalizar

É também temer
Naufrágio em tempestade
Há quem forje sinceridade
Há quem possa me abandonar

Amar é amar
É onda que vai e volta!
E um salva-vidas pra recuperar
O fôlego quando se esgota

Amar é mar...
Ora é raso, ora é fundo
Tudo que faço é caminhar
Na praia pra não me afogar

No mar...
O amor vai sem nem avisar...

No mar...
De repente quebra na praia
O refluxo arma uma tocaia
E a onda vem pra te levar
No mar...

Pedrosill
Compartilhe esse poema: