Cara Amarelo

1/29/2010

Vindo do Interior:
O sorriso no rosto
Do cara amarelo
De alma provida da calma
Que amaciava seu temor

Abriu-se pro mundo
Mostrou-se amante perdido
Menino maduro

Ir ao Exterior:
A vontade estampada
De cara: encarar outra vida!
Esquecer essa mágoa!
Certo que tudo vai mudar...

Me abriu o seu mundo
Contou os dilemas
Antes obscuros
Passei a lhe enxergar
Melhor!

E Já não há
Razão pra evitar ou ignorar
Passei a conviver
Passei a escutar

E Já não há
Razão pra te esquecer, se conformar
Passei a conviver
Passei a admirar você

E seu ainda assim
Você ainda vai...
Saiba que estou
Aqui pro que não findou!

E seu ainda assim
Você ainda vai...
Saiba que vou
Levando aquilo que deixou!

Pedrosill

0 comentários