Novo Amanhecer

12/30/2009

Nada como viver a vida...
Entender que a despedida
É de fato um reencontro

Eu te conto os detalhes pra você entender:

Pra se encontrar
As vezes é necessário se perder

Nada como sofrer as dores...

Ver que a mão que te bate
É a mesma que mostra horizontes

Indicando a direção..
Dizendo bem forte: VAI!
E nunca mais volte querendo sofrer

Nada como sentir o momento...
Exato é o ato feito pra despertar
Pra algo que não podemos ver

Nada como agradecer
Pela implosão responsável
À reconstrução indispensável
De um novo amanhecer

Nada como viver a vida:
Entender que um encontro
É de fato despedida
De uma velha vida

Pedrosill

4 comentários

  1. Nada como aprender com o tempo
    que ensina que mudanças são feitas para serem encaradas

    Despedidas faz parte e sempre vem para nos ensinar algo...

    Lindo poema... Um feliz 2010.

    ResponderExcluir
  2. -Povo de Sucupira!!Vim de branco para ser mais claro!Hehe!
    Apesar do branco gastar mais energia que o preto, o blog ficou massa...hehehe!

    Sobre o post, gosto das despedidas quando elas trazem a esperança de um novo encontro; quando não, significa que vieram em boa hora... hehe!I wanna know, have you ever seen the rain?

    Falow!

    ResponderExcluir
  3. Minha vida esta descrita nesse poema!

    Josiane

    ResponderExcluir
  4. Minha vida esta descrita nesse poema!

    Josiane

    ResponderExcluir