Busque um poema

30 dezembro 2009

Novo Amanhecer

Nada como viver a vida...
Entender que a despedida
É de fato um reencontro

Eu te conto os detalhes pra você entender:

Pra se encontrar
As vezes é necessário se perder

Nada como sofrer as dores...

Ver que a mão que te bate
É a mesma que mostra horizontes

Indicando a direção..
Dizendo bem forte: VAI!
E nunca mais volte querendo sofrer

Nada como sentir o momento...
Exato é o ato feito pra despertar
Pra algo que não podemos ver

Nada como agradecer
Pela implosão responsável
À reconstrução indispensável
De um novo amanhecer

Nada como viver a vida:
Entender que um encontro
É de fato despedida
De uma velha vida

Pedrosill
Compartilhe esse poema: