Lembrando da Infância

10/26/2009

Eu to lembrando da infância
Eu to lembrando da infância
De quando tudo era...
Era tudo quando...

Eu não media as conseqüências
Eu não pedia referencias
Não entendia de ciências
E não gostava de estudar
Eu não enxergava tanta urgência
Nem necessidade em mudar

Eu to querendo brincadeiras
E não ter hora pra acordar
Ser enterrado na areia
E de viver dentro do mar
Correr na rua a tarde inteira
E não sentir o corpo cansar
Eu to querendo a brincadeira
De me esconder pra você me achar

Eu to lembrando da infância
Quero voltar a ser criança
Quero a inocência e implicância
Todas juntas no mesmo lugar
Quero voltar a ser criança
E não ter motivos pra me preocupar

Quero o cuidado dobrado
O abraço apertado pra me consolar
Quero total atenção
Segurar sua mão
E um beijo pra sarar
Quero o denguinho de graça
Emburrar por que você não me deixa ir
Quero o presente mais caro
E seu colo quente pra me fazer dormir

Eu to lembrando da infância
Quero voltar a ser criança
Quero a inocência e implicância
Todas juntas no mesmo lugar
Quero voltar a ser criança
E não ter motivos pra me preocupar

Pedrosill

1 comentários

  1. Saudades da época em que tinha tempo ilimitado ao invés de ser limitado por ele. Se antes brincava de ser gente grande, hoje trabalho para incorporar infantilidades ao meu cotidiano!!

    Falow!!!

    ResponderExcluir