Ímpar

10/02/2009

O primeiro dia
O primeiro lugar
O primeiro beijo
O primeiro acordar

É impar
Achar alguém
Que queira me achar também

O primeiro passo
O primeiro abraço
Lembro do seu rosto
No primeiro jantar
Sentir sem querer
A alegria transbordar

É impar
Querer alguém
Que queira te querer tão bem

São momentos raros
Motivo de se orgulhar
Virtuoso e pleno
Revivo ao recordar
Estrelar um filme
Numa noite de luar

É impar
Amar alguém
Que queira te amar tão bem também
Também é impar
O coração
A relação
A química

Pedrosill

5 comentários

  1. A conjuntura rítmica é uma marca muito forte em seus poemas e o "Ímpar" veio pra solidificar essa seu registro. É tão doce ouvir uma música de cima e como é bom ler um poema com rima.

    Gilson Vilela
    Poeta da CIA Versos e Vinhos

    ResponderExcluir
  2. Mesmo sabendo que sair da primeira pessoa do singular pra primeira pessoa do plural não é tão trivial (afinal de contas falamos de pessoas, complexos demais para ser bons ou ruins), todos esperam ávidos para aceitar o desafio. É por ser tão ímpar que todos procuram um par.


    Falow!!!

    ResponderExcluir