Aprendendo a Dizer Adeus

8/14/2009
Eu estou aprendendo a
Aprender a dizer adeus a quem me deu
Aprendendo com quem aprendeu como eu

Meu medo era ficar sozinho num quarto escuro
Na cama, deitado do lado de um novo a cada minuto
Até cheguei a questionar se iria mesmo ser melhor
Não me apegar e seguir sendo só

Eu estou aprendendo a
Aprender a dizer adeus a quem me deu
Aprendendo com quem aprendeu como eu

Nem um segundo eu pensei
No jeito que eu me sinto
Nesse momento e recinto
Se eu sinto a falta que você me faz
Ou se acho que ninguém mais
Vai trazer o que traz sua paz
Só me lembro que quis aprender a não te querer mais

Eu estou aprendendo a
Aprender a dizer adeus a quem me deu
Aprendendo com quem aprendeu como eu

Eu bati na sua porta por horas
Sentei na calçada
Adormeci! Enrolada!
Mas agora já basta
Decidi levantar, ir pra casa
Com minha cara amassada
Esquecer na esquina essa farsa

Eu estou aprendendo a
Aprender a dizer adeus a quem me deu
Aprendendo com quem aprendeu como eu

Como eu poderia fincar a bandeira da devoção
Quando seus pensamentos estão
Tão envoltos à indecisão
Eu irei aprender a dizer
Não importa em quem e quanto vai doer
Adeus pra você, pois eu quero viver

Se não conquistei...
Como posso perder?
Se eu não conquistei!

(Eu estou aprendendo a)
Como posso perder?
Se eu não conquistei
Aprender a dizer adeus a quem me deu

Pedrosill

Os Primeiros Passos (No Meu Colchão)

8/05/2009
Ele apertou o botão
Iniciou a reação
Eu com o pé do lado de fora
Não deu vontade de voltar
Eu só queria aproveitar

Ele me fez encarar
A porta já escancarada
Inocentemente a gente se curtiu
E ninguém nos viu

Como quem nunca esperava
Esse mundo novo iniciava

Quando tudo ainda era brincadeira
Eu que não sabia, e ele que não avisou
Que logo tarde então pra mim seria
E que eu decidiria
Que a partir daquele dia
Eu iria lembrar
Da iniciação
Da aceitação
A prorrogação
Dos primeiros passos no meu colchão

Nunca houve um sim
A gente só estava afim
E pra lá das duas a gente se encontrava

Nunca houve um não
Mas sempre quando em operação
A nossa meta a gente alcançava
Mútua-Satisfação

Como quem nunca esperava
Esse mundo novo iniciava

Quando tudo ainda era brincadeira
Eu não sabia, e ele não avisou
Que logo tarde então pra mim seria
E que eu decidiria
Que a partir daquele dia
Eu iria lembrar
Da iniciação
Da aceitação
A prorrogação
Dos primeiros passos no meu colchão

Ele apertou o botão
Iniciou a reação
Os primeiros passos em cima do meu colchão
Como quem nunca esperou
Inocentemente a gente se curtiu
Esse mundo novo iniciou
E ninguém nos viu

Pedrosill