Busque um poema

23 julho 2009

Elevado ao Cubo

Apenas um segundo
Preso no meu cubo
Um mundo reservado só para mim

Incluso no meu quarto
Quatros cantos escuros
Sem noção de espaço, começo e fim

Penso nos momentos
E no que nós fizemos
Pra ficarmos separados por tanto
Tempo
É o que não tenho pra desperdiçar
Vou furar o meu casulo
Me transformar

Mudar o meu futuro
Lutar com o que tenho
Pra sempre estarmos juntos
Dentro do meu cubo

Apenas um segundo
É tudo que me basta
Pra elevar meu mundo ao cubo

Pedrosill
Compartilhe esse poema: