Busque um poema

24 maio 2009

M.A.R.T.I.N.I.

Maravilhoso o teu sabor na minha boca
Além do que qualquer coisa que eu poderia imaginar
Rapidamente, então, consumi teus litros
Tanto que me sinto hoje seco sem ti
Ilhado em minhas doces lembranças
Não ousei pensar em parar de te desejar
Intensamente como um porre daqueles... Necessários!

Pedrosill
Compartilhe esse poema: